Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

23 de março de 2013

JBC Cancela seu Primeiro Mangá e Relança Love-Hina e Death Note

Futari H foi cancelado
A JBC acaba de cancelar seu primeiro título. Conhecida como a editora que sempre concluía todos os mangás que começava, a JBC está descontinuando a publicação de Futari H no Brasil.

A editora disse que foi feito tudo que estava ao seu alcance. Mas, pelo visto, os japas não quiseram aliviar, talvez não entendessem a situação do mangá por aqui. O que levou ao cancelamento da obra.

Publicado desde 2009, Futari H veio no odiado formato meio-tanko. Em quatro anos de publicação, a obra ganhou 42 volumes, o que, no formato japonês, rendia apenas 21 dos mais de 50 volumes que a obra possui por lá!

Além disso, o mangá custava R$6,90 e aumentou para R$7,90, preço elevado para uma obra de 100 páginas. Com mais R$3,00, é possível comprar uma obra em tanko, tanto da JBC quanto das concorrentes, que vem com o dobro de páginas.

Mesmo sendo uma notícia triste, a JBC ganha pontos pela política de transparência, lidando com esse problema de forma pública, deixando seu consumidor a par da situação da obra por aqui. Coisa que, infelizmente, muita editora não faz.

Relançamentos
Mas nem só notícias ruins vieram essa semana. A editora lançará em 2013 edições especiais de Love-Hina e Death Note, sendo Love-Hina em formato tankobon e com papel offset, nos moldes de Rurouni Kenshin e Sakura Card Captor. Páginas coloridas ainda não estão confirmadas.

Já Death Note ganhará uma edição de luxo, destinada à livrarias. A Black Edition compilará dois tankobons em um só, o que dará a cada edição mais de 400 páginas. O mangá terá seis volumes totais e virá com páginas coloridas, mas muito provavelmente o papel não será offset.

Ambos os relançamentos ainda não tiveram seus preços e periodicidade divulgados. A data de lançamento também não foi informada. Confira abaixo a capa de Death Note Black Edition na França.


Carlos Moncken

19, carioca, colaborador do Jbox e nas horas vagas estudante universitário.
Leia Mais sobre o autor

  1. Relança Love-Hina e Death Note, mas nada de YuYu Hakusho...

    Eu até compraria esse Death Note, mas deve sair muito pesado para qualquer bolso.

    ResponderExcluir
  2. Isso é um péssimo sinal... Péssimo mesmo.

    Depois quando falo que o mercado está com problemas ´sérios, nego me critica...


    Sandra Monte
    www.papodebudega.com

    ResponderExcluir
  3. qual será o papel que vão usar no DN?

    ResponderExcluir
  4. querem me deixar pobre mesmo esse ano kkkkkk mais vou compra Death Note

    ResponderExcluir
  5. Ótima notícia! Eu já tinha baixado alguns capítulos e 2 episódios do Death Note, mas vou esperar essa Black edition.

    ResponderExcluir
  6. Já comprei a Black Edition americana. Infelizmente esta edição só possui páginas coloridas quando estas coincidem com o capítulo que abre a edição, se elas ocorrem no miolo a impressão é em P&B. No mais concordo com a Sandra Monte, há algo de errado com o mercado, as novidades só são relançamentos, diferentemente do que ocorre em outros países, que também trabalham com relançamentos, lá fora eles trazem novidades (como observou muito bem a mara do maisde8mil).

    ResponderExcluir

Pesquise